fbpx
Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

Blog

Home  /  Logística   /  Como fazer logística reversa em empresas de atacado e distribuição?

Como fazer logística reversa em empresas de atacado e distribuição?

Com o decorrer do tempo, as empresas estão cada vez mais preocupadas com a sustentabilidade e os impactos das suas operações no meio ambiente. Sendo assim, muitas têm dado espaço à logística reversa, que se trata de um processo que possibilita que o cliente retorne para a organização um produto depois de seu uso, com o intuito de o fabricante realizar um descarte adequado.

Ou seja, é uma forma de cuidados dos resíduos pós-consumo, representando um controle do fluxo de produtos ou materiais em todo o ciclo de vida, gerando vantagens importantes como a redução de acúmulos de resíduos, aumento da reciclagem dos materiais e minimização dos custos com a aquisição de matéria-prima. Quer saber como aplicá-la no mercado de atacado e distribuição? Então, continue a sua leitura!

Quais são as características da logística reversa no atacado distribuidor?

Levando em conta a importância do desenvolvimento, sustentação e a promoção de políticas ambientais dentro da companhia, o formato de logística reversa tem crescido de maneira considerável nos últimos anos. Nesse trajeto de desenvolvimento, foram estabelecidas quatro bases fundamentais para esse modelo. São elas:

  • o reconhecimento da demanda ambiental;
  • a conscientização a respeito do grande volume de resíduos dos aterros sanitários;
  • a preocupação com o esgotamento de matérias-primas e suprimentos;
  • o cumprimento das normas ambientais.

Dessa forma, por meio de procedimentos dinâmicos e bem-estruturados, a logística reversa faz com que as organizações estejam alinhadas com a sociedade em prol de estratégias sustentáveis para o crescimento do negócio e da comunidade em geral.

Afinal, a forma como a empresa se posiciona no mercado pode fazer toda a diferença nos resultados alcançados, onde o negócio passa a ser impactado de uma maneira positiva.

Como a logística reversa pode ser realizada?

Depois de compreender o que é a logística reversa e suas principais características, é preciso entender como aplicá-la de forma eficiente no ramo do atacado e distribuição, de acordo com as características do negócio. Veja, a seguir, as principais ações a serem empregadas.

Estabeleça uma política clara

Para realizar a devolução dos produtos, o Código de Defesa de Consumidor define alguns requisitos em que é obrigatório o aceite dos itens por parte da organização. Nesse contexto, se trata exclusivamente da devolução pré-consumo, onde são identificados avarias ou defeitos e o cliente tem um prazo específico para conseguir o ressarcimento do valor.

Contudo, quando falamos de logística reversa, a companhia pode elaborar a sua própria política de troca ou devoluções, independentemente de ser no pré ou no pós-consumo, atendendo as demandas e oportunidades que englobam esse cenário sustentável.

No entanto, é importante que a organização tenha de forma clara e objetiva quais aspectos e métodos para que a devolução da mercadoria ocorra, e quais serão as formas de compensação ao cliente. Também, a política deve versar a respeito dos processos envolvidos e como deverão ser empregados, por exemplo, pagamento do frete e destinação dos itens dentro da empresa.

Conte com um serviço de atendimento eficiente

Em tempo em que a transformação digital já tem feito parte do dia a dia da maioria das pessoas, é fundamental que a empresa tenha condições de atender seus consumidores e diferentes canais, tanto online quanto offline.

Ou seja, só o telefone não é mais suficiente. Isso porque vários consumidores preferem entrar em contato com a companhia por intermédio de ferramentas que sejam mais atraentes para ele, por exemplo, Whatsapp, redes sociais e e-mail.

Sendo assim, procure desenvolver um atendimento que funcione e atenda as demandas dos seus clientes e, assim, evitar qualquer tipo de falha de comunicação, insatisfação ou desconforto. Para isso, existem opções que otimizam esses processos, como os chatbots, que podem ajudar para a realização de uma triagem eficaz, minimizando os custos com pessoal.

Capacite a equipe

Após criar a política de logística reversa da empresa, é importante que o time de colaboradores seja treinado. Essa fase é essencial, tendo em vista que a equipe estará frente a frente com o cliente e precisa compreender o que deve ser realizado, quais situações devem ou não aceitar a devolução e o que deve ser feito a partir disso.

Os colaboradores precisam se sentir confortáveis com a autonomia, já que é necessária para tratar com eventuais casos de insatisfação dos consumidores, buscando opções para reverter a experiência negativa.

Deixe o consumidor bem informado

Além de criar a política de logística reversa, é importante deixar o ciente bem informado a respeito do seu funcionamento. Então, aproveite para usar seus canais de comunicação oficiais para falar sobre a estratégia, reforçando a imagem da marca no mercado positivamente.

Otimize o controle financeiro e de estoque

Aplicar a logística reversa só vai gerar os benefícios esperados se a empresa conseguir efetuar um controle efetivo das entradas e saídas de materiais e produtos. Isso ocorre pelo fato de o gerenciamento dos processos ser de extrema relevância para que nenhuma informação seja perdida, o que pode afetar a análise precisa de dados e os resultados financeiros do negócio.

Crie um protocolo de retorno de materiais

Parte essencial da logística reversa é ter elaborado o protocolo que deve ser respeitado ao receber materiais e produtos, sejam eles quais forem. Por exemplo: quem vai receber, para onde os itens devem ser destinados, quais tratamentos devem ser realizados antes da reutilização, entre outros.

Esses são critérios que devem ser bem definidos para todos da empresa, além da elaboração de um mapeamento de processos preciso para ajudar nessa função.

Use um sistema de gestão integrado

Para auxiliar no controle de todos os processos, uma boa alternativa é contar com um sistema de gestão integrada. Por meio do uso de um ERP completo é possível ter uma visão abrangente de todas as tarefas e do ciclo dos produtos, desde aquisições, gestão de estoque, entradas e saídas, fluxo de caixa, emissão de notas fiscais e demais.

Agora que você sabe o que é a logística reversa, suas características e como aplicá-la de forma eficaz no negócio, uma boa ideia é contar com a tecnologia no decorrer de todo processo, já que as ferramentas adequadas podem trazer agilidade, redução de erros e resultados mais satisfatórios.

Quer conhecer as soluções oferecidas pela ION Sistemas e quais os benefícios para a sua empresa? Então, acesse nossa página agora mesmo!

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!