fbpx
Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

Blog

Home  /  Gestão   /  Custo de estoque no mercado atacadista: quais os principais tipos?
custo de estoque

Custo de estoque no mercado atacadista: quais os principais tipos?

O setor atacadista não tem como escapar do custo de estoque, pois esse ramo de negócio depende do armazenamento de mercadorias para obter sucesso no mercado. Sendo assim, o que o empreendedor deve fazer é conhecer quais são os custos que essa estocagem gera no seu estabelecimento.

No entanto, não basta conhecer o custo obtido na estocagem, é necessário agir para controlar esses custos de estoque, pois são as ações das estratégias de controle dos gastos que diferenciam os empreendedores de sucesso dos demais.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para mostrar quais são os principais tipos de custo de estoque e o que deve ser feito para controlá-los. Acerte nas suas decisões. Confira o artigo e boa leitura!

Qual a importância de analisar os custos de estoque?

Os estoques são úteis para o setor atacadista. Eles trazem vantagens para o empreendimento, pois é a partir deles que a mercadoria chega no prazo estipulado pela venda.

No entanto, não podemos negar que dentro de uma empresa tudo tem seu preço. Manter mercadorias estocadas gera custos, e eles devem ser analisados e controlados para que as vantagens que oferecem não se transformem em prejuízo para a distribuidora.

Quais são os principais tipos de custo estoque das distribuidoras?

Os estoques geram diferentes custos. Conheça agora os principais tipos e saiba como identificar cada um deles.

Custos de manutenção

Para manter as mercadorias nos pátios da distribuidora o empresário precisa arcar com alguns custos, como cuidar da segurança para evitar furtos e roubos e disponibilizar área compatível com a quantidade de produtos.

Além disso, há o investimento em embalagens, em refrigeradores para evitar deterioração dos perecíveis, e em custos fiscais como pagamentos de taxas, de impostos e de contratação de mão de obra para as diversas rotinas do estoque.

Custos do produto

Existem alguns casos em que a distribuidora precisa se responsabilizar com a compra de mercadorias para repor a falta. Isso pode acontecer por erros no armazenamento que venham provocar danos como quebra ou perda da validade do produto.

Guia de Automação de vendas do Setor Atacadista DistribuidorPowered by Rock Convert

Custos do pedido

Imaginemos a rotina básica de um pedido — processamento administrativo para gerar documentação de entrada e de saída da mercadoria, recebimento do produto, manuseio no pátio, despacho entre outros.

Tudo isso deve ter seu custo anotado e contabilizado, pois envolve a contratação de funcionários e equipamentos de escritório, como computadores e impressoras, além das máquinas e ferramentas para os pátios.

Custos de falta

Assim como a aquisição, a falta de mercadorias em estoque causa impactos, nesse caso, são dois. Um deles é o da venda perdida e o outro é o do atraso na entrega para o consumidor. Ambos são causados pela indisponibilidade do produto. Provocam danos nas finanças e na reputação da empresa.

Como controlar o custo de estoque?

Veja nossas principais dicas para controlar custo de estoque na sua distribuidora:

  • mantenha um estoque de segurança;
  • atente-se aos prazos;
  • disponibilize espaços físicos adequados para armazenagem;
  • treine a equipe;
  • adquira máquinas e equipamentos adequados aos tipos de produtos;
  • busque a automatização dos processos;
  • procure ajuda de especialistas.

Como a armazenagem interfere nos custos?

No ramo da logística, a armazenagem é uma das atividades responsáveis por manter a cadeia de suprimentos funcionando para oferecer aos consumidores as entregas no tempo estipulado.

A armazenagem ajuda a controlar os preços do mercado, mantém a reserva de produtos no caso de desabastecimentos, entre outras vantagens. Portanto, tem um papel importante na economia até do país.

Cada produto e cada região requer uma estratégia própria de armazenagem. Em alguns casos, são indicadas as estruturas escalonadas e a empresa pode optar por dividi-las em transit point ou em cross-docking. 

Em outros locais o empreendedor precisa escolher outra técnica de armazenamento, como as estratégias das estruturas diretas. Sendo assim, cada estrutura de armazenagem interfere de maneira diferente nos custos de estocagem.

Portanto, as despesas do custo de estoque são proporcionais à maneira que o empresário escolhe para armazenar as suas mercadorias. Para que a análise e o controle desses custos sejam feitos com eficiência, recomendamos que a empresa use a tecnologia digital como sua aliada e busque ajuda de especialistas para evitar erros.

Gostou do assunto? Continue no blog e saiba com evitar a ruptura de estoque.

Melhor força de vendas.Powered by Rock Convert
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!