Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

Blog

Home  /  Dicas   /  Saiba como aumentar seus lucros fazendo avaliação de fornecedores
avaliação de fornecedores

Saiba como aumentar seus lucros fazendo avaliação de fornecedores

Para que a sua empresa seja reconhecida pelo seu nível de excelência, aquilo que é oferecido (sejam produtos, sejam serviços) precisa ter a qualidade atestada. Esse compromisso com a excelência envolve a seleção e a avaliação de fornecedores, que precisam estar alinhados à estratégia da sua organização.

Tudo o que o seu fornecedor entrega pode ser tratado como parte estratégica e essencial para o andamento apropriado dos processos internos da empresa. Desse modo, é importante conhecê-los e avaliá-los, desenvolvendo um relacionamento para uma parceria firme.

Caso contrário, sua marca poderá ser prejudicada não só quanto à qualidade do produto ou serviço, mas também quanto ao custo e à entrega. Se você sabe que o sucesso do seu negócio está diretamente ligado à gestão de compras e quer entender melhor quais critérios considerar na hora de escolher fornecedores confiáveis, continue lendo este artigo e entenda melhor.

Qualificação

Não há como fugir. Produtos e serviços de qualidade dependem de fornecedores qualificados. A forma mais eficiente e prática de obter essa garantia é aplicando um questionário e atribuindo notas para esse fornecedor. Você pode incluir as seguintes questões:

  • O fornecedor tem certificações de qualidade ou segue as recomendações de alguma?
  • Rastreia os produtos?
  • Fornece garantia para defeitos de fabricação?
  • Qual o volume de devolução de produtos?
  • Qual o volume de entrega?
  • Os produtos são entregues dentro do prazo determinado?
  • Os produtos do fornecedor atendem aos padrões de qualidade desejados?
  • O fornecedor oferece suporte técnico no município onde sua empresa está inserida?
  • O CNPJ do fornecedor está ativo por 10 anos ou mais?
  • Tem frota própria para realizar as entregas?
  • Assume a responsabilidade quanto ao cumprimento de prazos e segurança?

Tomando as notas obtidas por cada fornecedor nesse questionário, você pode criar classificações para as diferentes faixas de pontuação. Se ele atingir uma pontuação maior que 80%, por exemplo, o sinal é verde e ele está habilitado para continuar trabalhando com sua empresa. Notas abaixo de 50% significam desclassificação.

As classificações também permitirão que você faça uma comparação de desempenho, levando em conta a influência que os produtos adquiridos tem para o seu negócio.

Estabilidade financeira

Pode parecer que não, mas a estabilidade financeira do fornecedor é muito importante, e pode revelar muito sobre o futuro da relação. Um parceiro com problemas de fluxo de caixa poderá representar dificuldades para adquirir os materiais futuramente. Outras dificuldades, como a entrega no prazo e a manutenção da qualidade dos produtos, entram em jogo e podem vir a acontecer.

Por conta disso, proteja sua empresa. Faça o possível para identificar todas as tendências negativas para impedir problemas e imprevistos.

Cultura e comunicação

Boas relações de negócios são mais propícias a acontecer quando duas partes compartilham valores parecidos. Como manter um relacionamento incrível se a sua empresa prioriza a qualidade acima de tudo, enquanto o seu fornecedor prefere focar no cumprimento dos prazos? Esse tipo de incompatibilidade pode significar que ele prefere entregar o produto de um jeito que você considera inaceitável. 

Conhecer a missão e os valores do possível fornecedor é essencial. Para além disso, busque conhecer quais são os canais de comunicação disponíveis, com qual frequência e como o fornecedor se comunica por eles.

Desempenho operacional

Um dos requisitos obrigatórios e que precisa ser constantemente avaliado é a performance do fornecedor. Como você deve saber, um dos melhores meios para verificação do desempenho operacional é a implementação de Indicadores de Qualidade (ou Key Performance Indicators, os famosos KPIs).

Os KPIs englobam requisitos variados, como flexibilidade, custo de garantia, qualidade, pontualidade nas entregas e tempo de resposta. Apesar disso, vale lembrar que a construção dos indicadores deve estar ligada ao processo de análise dos fornecedores, e não atuar como uma mera avaliação do desempenho operacional. Assim, você pode cumprir as seguintes etapas:

  • alinhamento dos objetivos entre o fornecedor e a empresa compradora;
  • estabelecimento dos aspectos de performance que serão acompanhados;
  • definição do método de coleta que será utilizado;
  • entrega de feedback ao fornecedor quanto à performance analisada;
  • aprimoramento de resultados segundo a evolução do desempenho desse fornecedor.

Práticas e processos de gestão

As práticas e processos de gestão exercidos pelo fornecedor também são relevantes para o longo prazo da parceria. Um parceiro que prioriza a gestão interna tem a capacidade de fornecer produtos com valor mais alto, de acordo com o solicitado e dentro do prazo.

Busque conhecer previamente qual o nível de controle que ele exerce sobre suas políticas, processos e procedimentos e sua cadeia de suprimentos. Há softwares de controle? Há um sistema de gestão? Os gestores se importam com a melhoria contínua? Quem se interessa pela gestão da informação? Quanto mais você puder saber sobre a cultura administrativa da instituição, melhor será.

Cotação

É claro que a cotação não pode ficar de fora quando se trata de observar a avaliação de fornecedores como uma oportunidade de aumentar os lucros. Esse requisito é um modo de assegurar que a sua empresa conseguirá o melhor custo-benefício. Além disso, vai evitar que certos fornecedores sejam beneficiados ainda que assumam condutas antiéticas.

Se toda avaliação de compra considera o custo do produto ou serviço, não permita que essa seja diferente. Muito se pode saber ao se analisar um orçamento comparado à qualidade do que se oferece.

Vale lembrar que a cotação também não pode ser sempre um fator-chave de escolha, pois se você foca na continuidade da parceria e na priorização de valores importantes, como a qualidade e a cultura, será preciso balancear o que está em jogo e fazer boas contas.

As melhores relações entre empresa e fornecedor são aquelas em que ambas as partes estão conscientes de que uma precisa da outra para coexistir.

Lembre-se de que, depois que a empresa avalia os fornecedores e faz as aprovações, o serviço não acabou. Quem mantém boas práticas de controle da qualidade com avaliações periódicas terá mais chances de garantir a continuidade da excelência de seus processos.

Agora que você já entendeu que a avaliação de fornecedores é uma estratégia que precisa ser usada para fazer sua empresa crescer, que tal conhecer 5 dicas práticas para aumentar o ticket médio? Confira nosso artigo especial agora mesmo.