Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

Blog

Home  /  Dicas   /  Veja as tendências do mercado de atacado e distribuição para 2019

Veja as tendências do mercado de atacado e distribuição para 2019

Criar um planejamento dinâmico e eficiente que tenha o potencial de trazer sucesso para as empresas de atacado e distribuição é uma tarefa desafiadora e deve ser um dos principais objetivos dos gestores no processo de desenvolvimento dos negócios.

Esse setor requer a elaboração e gestão de etapas estratégicas, levando em consideração os fatores que foram tendência nos anos anteriores e estudando as que podem ser a grande aposta das empresas nos próximos anos.

Para isso, é importante fazer uma análise da situação do mercado atacadista e distribuidor, para então formar uma base suficiente, para que seja possível organizar as próximas operações da empresa de forma a otimizar e tornar as atividades empresariais mais eficientes.

Se você administra ou é dono de um empreendimento e deseja melhorar o desempenho e os resultados, saiba que é essencial alinhar as próximas tendências com as práticas adotadas pela empresa e, com isso, ter sucesso nos negócios.

Neste artigo, vamos apresentar as principais tendências para o mercado de atacado e distribuição em 2019. Também vamos passar um panorama de como foi a situação no ano de 2018 para esse setor. Dessa forma, você vai saber se houve crescimento, estagnação ou retração do mercado. Confira!

Como foi o mercado de atacado e distribuição em 2018?

É importante ressaltar que o setor de atacado e distribuição é um dos maiores no país, sendo responsável por movimentar praticamente mais da metade do mercado. No mesmo sentido, ele é um dos que mais sofre as consequências negativas causadas pela crise econômica que tem assolado o Brasil nos últimos anos.

E sabe por que isso ocorre? A resposta é simples. O consumidor tem a escolha de substituir os produtos considerados de primeira linha que são fabricados por uma empresa por outros que têm um valor mais barato.

Vamos dar exemplos para que a compreensão se torne mais fácil. Produtos como alimentos, itens de limpeza e higiene que são fabricados por empresas atacadistas e distribuidoras estão constantemente sendo comprados. Isso significa que o índice de consumo e rotatividade desse tipo de mercadoria é elevado, ou seja, o faturamento também é muito alto.

O que esperar do mercado de atacado e distribuição em 2019?

O cenário de 2018 foi considerado positivo para o setor. Contudo, em 2019, a previsão é ainda mais otimista. Estima-se uma recuperação econômica mais consistente, com resultados de crescimento entre 2% a 3%. O nível de desemprego cai e, assim, aumentam os investimentos e o consumo dos produtos fabricados por essas empresas.

Como era de se esperar, o movimento impulsionado pela tecnologia ganha força e tem potencial imenso de causar impactos positivos no mercado de atacado e distribuição. Você vai conhecer, a seguir, as principais tendências tecnológicas que vão impulsionar e ensinar as formas de como aumentar as vendas em 2019. Confira.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas (Internet of Things) consiste no desenvolvimento de máquinas dotadas de tecnologia, como robôs, drones e veículos autônomos. Esses equipamentos automatizados utilizam Inteligência Artificial de forma a obedecer exatamente os comandos definidos pelos humanos.

Esse tipo de ferramenta de automação tem a vantagem de interagir de forma mais avançada e natural com o ambiente ao seu redor. Se, por exemplo, um drone sobrevoar uma plantação, poderia verificar que o campo está preparado para a colheita e, assim, emitir uma mensagem que determinasse essa atividade de maneira automática.

Além disso, na questão da segurança e vigilância de mercadorias, é possível o uso de drones e outros tipos de robôs para manter a área segura, garantindo que o produto chegará a salvo no destino.

Podemos citar como exemplos a loja física da Amazon que tem câmeras e consegue identificar os produtos escolhidos nas prateleiras pelos clientes. Assim, ele não precisa passar por nenhum caixa no final, apenas recebe a fatura contendo os valores que deve pagar. Além disso, também pode ser usado o “Pedido por voz”, que consiste no comando do vendedor de fazer os pedidos mandando o sistema incluir os itens requeridos.

Computação quântica

A computação clássica é baseada em dois dígitos (digital): 0 e 1. Por sua vez, a computação quântica, é possível assumir os dois estados simultaneamente, ou seja, 0 e 1 ao mesmo tempo.

Nesse sentido, as indústrias automotivas, financeiras, farmacêuticas, militares e, como consequência, as empresas de atacado e distribuição, ganham muitas vantagens devido aos avanços no sistema de computação quântica.

Vamos exemplificar. A indústria farmacêutica utiliza uma tecnologia que tem a plena capacidade de modelar interações moleculares em níveis atômicos. Sabe o que isso significa na prática?

Esses elementos podem acelerar o tempo dispendido no comércio e distribuição de novos medicamentos. Além disso, também são aptos a prever de forma mais precisa a interação que ocorre entre as proteínas, otimizando a criação de novas metodologias farmacêuticas.

Ética e privacidade digital

A ética e a privacidade digital são pensamentos comuns crescentes para os consumidores, as empresas e para o governo. A forma como as informações pessoais são administradas e armazenadas pelas companhias do setor público e privado deve ser levada a sério.

Nesse cenário, investir na segurança digital promovendo a ética por meio do uso de mecanismos tecnológicos adequados é essencial para construir uma imagem positiva perante o mercado, aumentar a confiança dos clientes e, assim, se tornar um fator diferencial que vai trazer sucesso e desenvolvimento para a empresa.

Software as a Service (SaaS)

O Software como Serviço é uma tendência que consiste no comércio de equipamentos de software associados aos serviços que são ofertados pela empresa.

Essa tecnologia inclui soluções como segurança de dados, servidores e atualizações, demandando uma conexão segura com a internet para o funcionamento de forma adequada e a devida comunicação entre os clientes e a empresa.

Podemos citar como exemplos a automação de processos, os aplicativos para dispositivos móveis e a empresa Salesforce, que proporciona como um de seus serviços uma plataforma de CRM, atuando com o foco no cliente (customer success) ao longo do procedimento de vendas.

Mercado de marketing interativo

O mercado de marketing interativo opera com algoritmos. Dessa forma, ele recolhe dados para montar a sua estratégia de sucesso, elaborando campanhas e interações adequadas, de acordo com as informações coletadas.

Com isso, ao se basear nos dados que foram colhidos e processados, a empresa tem maior capacidade de se adaptar às necessidades e expectativas dos consumidores. Assim, torna-se possível fazer modificações nos produtos e serviço ofertados, de maneira a melhorar a satisfação e o interesse do público.

O marketing interativo tem como objetivo atrair e fidelizar os clientes e também criar uma imagem de confiança e lealdade da marca. Isso porque, muitas vezes, é mais vantajoso e menos custoso tornar um cliente fiel do que investir na captação de novo público.

Eventos ao Vivo

Os eventos ao vivo proporcionam grande audiência e são ótimas fontes de tráfego e consumo de dados. Hoje em dia, muitas plataformas já utilizam essa inovação como o Facebook, o Periscope e o Instagram, além do site mais famoso, o Youtube.

Da mesma forma, o setor de transmissão de games também é considerado uma forte tendência, como os sites Twitch, Hitbox e Azubu.

Borda potencializada

A borda consiste nos dispositivos de computação de ponto que são utilizados para coletar e processar informações mais próximas dos pontos de extremidade. Dessa forma, é possível administrar o tráfego e o processamento local.

Nesse sentido, a borda potencializada está agindo em conjunto e sendo impulsionada pela tecnologia IoT (Internet das Coisas) mantendo, assim, o processamento mais próximo do ponto final, e não apenas no servidor de nuvem de forma centralizada.

Porém, esse modelo integrado não é a grande tendência. Assim, a criação de uma nova arquitetura não é a aposta para os próximos anos.

Por sua vez, a computação em nuvem e a computação em borda potencializada têm todo o potencial para se desenvolver e evoluir como sistemas complementares, mantendo serviços em nuvem que são gerenciados por mecanismos centralizados e executados por meio de servidores que ficam distribuídos no local e nos pontos de extremidade dos dispositivos de borda.

Experiência imersiva

A experiência imersiva consiste na forma como os indivíduos interagem com o mundo digital, ou seja, a interação existente entre a realidade virtual (VR), a realidade aumentada (AR) e a realidade mista (MR).

Esses três elementos em conjunto correspondem ao modo como os usuários vêm consumindo e percebendo o mundo digital ao seu redor. Nesse sentido, essa mudança, quando associada aos modelos de percepção e interação presentes, conduzem à experiência imersiva do usuário.

Assim, a experiência imersiva ou multicanal usa os sentidos humanos e até os mais avançados presentes em máquinas, como calor, radar etc. para criar uma experiência múltipla nos espaços que nos cercam.

Espaços inteligentes

O espaço inteligente é caracterizado pelo local físico ou digital onde os indivíduos e os sistemas tecnológicos interagem entre si, criando uma nova experiência, que seja imersiva, dinâmica e interativa.

Podemos citar como exemplos a criação de locais de trabalho digitais, residências inteligentes e fábricas conectadas entre si por meio de seus setores.

Qual é a importância da logística para o crescimento das empresas?

A logística se caracteriza como o procedimento de planejamento, implementação e controle do fluxo de informações presentes nos materiais e na equipe que formam os negócios de uma empresa.

Dessa forma, estamos nos referindo a um sistema integrado que tem como objetivo organizar e operacionalizar de maneira mais eficiente as atividades relativas à comercialização, estoque e distribuição de matérias, suprimentos e mercadorias de forma otimizada e eficiente.

A logística é basicamente composta por três elementos:

  • capacidade de entrega.
  • integração;
  • capacitação.

Como os processos de logística podem ser otimizados?

As empresas de atacado e distribuição têm a capacidade de operar grandes volumes de mercadorias. Esse fator demanda cautela e atenção redobrada durante as fases de logística.

Isso porque qualquer brecha pode ensejar falha e comprometer parte da produtividade, causando prejuízos financeiros e atrasando todo o sistema operacional da empresa.

Confira, a seguir, algumas estratégias de como é possível otimizar o procedimento de logística para empresas de atacado e distribuição, transformando-as em um negócio promissor e competitivo.

Escolha um ambiente apropriado para o armazenamento

É importante escolher um local adequado para que o estoque de mantimentos seja devidamente armazenado.

A localização deve ser estrategicamente pensada de forma a ficar em um lugar perto do centro e perto da rota de distribuição de mercadorias.

Esse cuidado torna as entregas mais rápidas e gera um custo menor, uma vez que a operação será otimizada.

Mantenha o ambiente seguro

Uma providência muito importante é prestar atenção a mecanismos de segurança como alarmes e câmeras de vigilância que protejam o ambiente, além de sistemas que combatam focos de incêndios.

Outro cuidado é manter o ambiente bem ventilado, limpo e refrigerado. Isso evita a deterioração dos produtos perecíveis e frágeis.

Invista em um bom software apto a realizar a automação dos processos

Os softwares são mecanismos automatizados que, devido às suas funcionalidades, conseguiram substituir com maestria a utilização de planilhas e cadernos manuais para fazer a gestão de estoque.

Uma das vantagens dessa tecnologia é que os serviços manuais executados por funcionários se tornaram dispensáveis, pois trata-se de tarefas simples e burocráticas, que podem ser facilmente desempenhadas pela máquina, sem grandes riscos de erros.

Além disso, esse tipo de software adota um servidor que trabalha de forma integrada com os demais setores da empresa.

Isso significa que todas as equipes têm acesso às informações disponibilizadas, o que torna o trabalho em conjunto mais otimizado e preciso. Um exemplo desse sistema é o ERP (Enterprise Resource Planning).

Tenha o hábito de manter todo o estoque organizado

Um estoque organizado ajuda a localizar de maneira precisa onde fica cada mercadoria.

Além disso, o armazenamento dos produtos é feito de acordo com as características próprias de cada item, como a natureza do material que o compõe, a proximidade da data de validade, o índice de rotatividade (maior venda) etc.

Dessa forma, prezar pela organização do estoque otimiza e agiliza o trabalho dos funcionários, evitando demoras na entrega e na reposição de todo o estoque.

Treine a equipe de forma correta

Uma equipe eficiente e que conheça devidamente as suas atribuições tem o potencial de alavancar significativamente os resultados da empresa.

Para isso, é importante investir em cursos de capacitação e aperfeiçoamento e que proporcionem o devido conhecimento técnico necessário para que os funcionários executem com maestria as suas funções.

Entre elas, conhecer técnicas de manuseio e estocagem da mercadoria, conhecimento dos protocolos de controle e segurança etc.

Como montar um planejamento de rotas?

O planejamento de rotas consiste na roteirização de trajetos estratégicos que serão adotados pela empresa, traçando os caminhos mais apropriados para que o negócio se desenvolva e ganhe vantagem competitiva perante o mercado.

Esse planejamento é essencial para determinar a melhor maneira de transportar uma mercadoria de local a outro, considerando inúmeros aspectos tais como a direção adequada, a distância, o trânsito, pedágio e os imprevistos que podem surgir durante o trajeto.

Nesse cenário, entra o papel primordial da tecnologia, oferecendo funcionalidades úteis e soluções estratégicas ao longo desse procedimento.

Vamos apresentar, a seguir, a importância de fazer o planejamento de rotas para ganhar em competitividade e se destacar no mercado. Confira.

Esquematize o atendimento

A esquematização do atendimento envolve a etapa de planejamento. Assim, é importante analisar as estratégias e verificar se elas são as mais adequadas, além de estar aptas a oferecer a prestação de um bom serviço.

Para isso, avalie se você detém os equipamentos necessários para satisfazer às demandas, se conhece a localização dos galpões de estoque de mercadorias, se pode atender aos prazos solicitados etc.

Por fim, conhecendo melhor cada característica do setor e os detalhes da logística, torna-se mais fácil lidar com eles, elaborar um sistema de gestão mais eficiente e prever soluções em caso de alguma falha ou situação inesperada que venha a acontecer.

Escolha o meio de transporte mais apropriado

O meio de transporte escolhido deve ser o mais adequado para suprir as necessidades e as expectativas dos usuários. Dessa forma, eles devem servir de suporte e realizar de maneira adequada as etapas de coleta e entrega dos produtos.

O tipo de transporte vai depender da infraestrutura e das características do negócio, como os prazos, a frequência com que os pedidos são feitos, o volume e o número de produtos a serem transportados, a fragilidade da mercadoria, a necessidade de conservação da sua qualidade etc.

Use a tecnologia durante todo o planejamento de rotas

A tecnologia deve ser considerada uma excelente aliada durante a gestão e o planejamento de rotas. Os equipamentos automatizados trouxeram velocidade e eficiência aos serviços prestados, em meio a um cenário de imediatismo, constante competitividade e exigência dos clientes e fornecedores.

Por isso, investir em soluções tecnológicas é uma maneira eficiente de otimizar as coletas e entregas e adotar os melhores percursos, contribuindo para uma maior agilidade nos serviços na economia de combustível, por exemplo.

O investimento em Blockchain será o ponto fundamental?

O Blockchain consiste em uma rede de blocos encadeados que contêm o conteúdo e uma espécie de impressão digital. Essa tecnologia utiliza um protocolo de confiança, ou seja, o registro é feito de maneira distribuída e esparsa com o intuído de descentralizar, e assim, aumentar a segurança.

Dessa forma, bloco seguinte tem a impressão digital do anterior (gênese) somado ao seu próprio material, e assim, cria a sua nova impressão digital.

Um exemplo é o Bitcoin, que utiliza esse mecanismo para realizar transações financeiras. Essa tecnologia vem ganhando cada vez mais espaço, uma vez que a todo o momento são formados novos blocos por meio de um novo sistema de registros.

Assim, o Blockchain é considerado uma inovação que traz confiança e transparência às transações, oferecendo, acima de tudo, segurança. Com isso, torna-se possível otimizar o fluxo de compartilhamento de informações e aperfeiçoar o rastreamento de ativos, tanto físicos quanto digitais.

Qual é a importância do investimento em automação da força de vendas?

Os apps para força de vendas entrarão como forte tendência em 2019. Essa tecnologia consiste em um software que atua no controle da gestão de uma empresa. Dessa forma, ele realiza pedidos de mercadorias frente aos fornecedores, estudar as tendências de consumo, estipular os preços das mercadorias, controlar o fluxo de caixa e o orçamento do negócio etc.

Assim, o objetivo principal é automatizar e otimizar o processo de força de vendas, oferecendo condições positivas para o pleno desenvolvimento do empreendimento.

Você vai conhecer, a seguir, os benefícios em investir na automação da força de vendas.

Economia de tempo

Ao automatizar tarefas, o app para força de vendas otimiza o trabalho da equipe e torna o dia a dia mais ágil. Dessa maneira, todas as informações referentes ao pedido são transmitidas de forma quase que automática para os funcionários responsáveis, o que acaba gerando uma maior economia de tempo.

Maior agilidade nos procedimentos

Como já mencionamos no tópico anterior, os processos se tornam mais práticos e podem ser desempenhados com mais eficiência. Como consequência, o surgimento de qualquer problema pode ser facilmente identificado e comunicado no sistema integrado e, assim, toda a equipe toma ciência do fato e pode contribuir para solucionar a questão da forma mais rápida possível.

Melhor atendimento ao cliente

O app torna mais propícias as condições para o atendimento ao cliente. Dessa forma, o consumidor se sente valorizado e cativado e as chances de reclamação e insatisfação são praticamente nulas. Nesse sentido, é estabelecido um vínculo mais próximo entre ele e a empresa e há grande potencial de ocorrer a sua fidelização.

Os apps são mesmo fundamentais para o processo de crescimento da empresa?

Os apps são ferramentas muitos úteis e que só tem a agregar durante o desenvolvimento do negócio. O mercado atualmente é muito competitivo. Com isso, qualquer diferencial e pode se tornar um ativo valioso para as empresas.

É importante mencionar que o acesso à informação, obtido por meio dos apps, ajuda no processo de organização dos dados e permite que o gestor possa embasar as suas decisões de forma mais concreta e precisa, prevendo os riscos e diminuindo a ocorrência de falhas dos negócios.

Desse modo, prezar pelo investimento em um app eficiente é uma ótima ideia para os gestores que querem ganhar vantagem competitiva, reduzir os custos operacionais e possibilitar um maior investimento em tecnologias realmente essenciais para o desenvolvimento das empresas.

A adoção de estratégias concretas traz resultados e lucros para os negócios e mantém um fluxo de caixa positivo, contribuindo para a rotatividade das mercadorias e a produtividade da equipe.

Diante de tudo o que vimos, resta mencionar que o sucesso de uma empresa requer a criação de um planejamento adequado, eficiente e revela a importância da logística para as empresas de atacado e distribuição. Os objetivos do negócio devem prezar pela tecnologia. Por essa razão, a gestão adequada do sistema operacional é tão importante.

Entendeu a importância de fortalecer a marca para sair na frente da concorrência neste cenário de crescimento e evolução do setor de atacado e distribuição? Ficou interessado em adotar um sistema automatizado para a sua empresa? Entre em contato conosco. Nós podemos ajudá-lo!

A Ion Sistemas oferece uma plataforma de vendas ideal para Atacadistas Distribuidores e Indústrias. Disponibilizamos serviços de automatize sua força de vendas. Assim, você pode fazer pedidos, consultar o estoque, tabela de preços, histórico de compra do cliente, acompanhar o status de entrega e muito mais.