Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

Blog

Home  /  Gestão   /  Entenda os erros mais comuns da gestão de pedidos e como evitar

Entenda os erros mais comuns da gestão de pedidos e como evitar

O sucesso do negócio está diretamente ligado à satisfação do cliente. Para tanto, empresas que buscam por excelência precisam evitar erros na gestão de pedidos e contar com processos integrados e organizados.

Atualmente, em meio a tantos avanços tecnológicos, programas inteligentes e a enorme concorrência exigem investimentos, inovações e principalmente organização. A performance da corporação depende, entre outros fatores, da otimização de recursos para garantir serviço de qualidade e, consequentemente, bons resultados.

Quer descobrir como implementar uma gestão de pedidos eficiente e impedir erros capazes de comprometer o desempenho da sua companhia? Neste post, explicamos um pouco mais sobre o assunto. Confira!

O que é a gestão de pedidos e qual é sua importância?

Uma gestão de pedidos consiste, basicamente, na estruturação e organização de um fluxo de trabalho dentro da empresa. A partir do momento em que uma venda é realizada e gera um pedido, o trabalho começa a ser preparado para que o cliente receba o produto em tempo hábil e de forma eficiente, conforme oferecido no ato.

Nesse sentido, ser eficiente é fundamental para a corporação. Afinal de contas, a logística, um dos setores mais importantes, tem a ver tanto com os custos de negócio como com o controle geral. Selecionar, embalar e administrar a expedição de pedidos, o transporte e a entrega ao cliente ajudam a satisfazer o consumidor.

Diante da concorrência crescente e da necessidade de otimizar recursos e aumentar as margens de lucro do negócio, a gestão de pedidos e compras ganha cada vez mais destaque dentro do ambiente corporativo.

Portanto, a importância da área é inquestionável, assim como seu impacto nos resultados da organização. Ao propiciar negociações mais sólidas, reduzindo gastos e oferecendo condições de compra atrativas, a empresa tende a elevar os lucros e superar a concorrência.

Por que ela não pode falhar?

Sabendo de sua importância e da força que ela exerce sobre a companhia, eliminar problemas e erros cometidos frequentemente e prejudiciais ao avanço da empresa é um modo plausível de não excluir qualquer possibilidade de falência.

A expectativa dos empresários, em geral, é promover operações grandiosas e eficientes. Nesse sentido, as corporações procuram altos níveis de controle de qualidade e organização, favorecendo a evolução gradativa e rentável ao longo do tempo.

Na maioria das avaliações dos processos de gestão, erros são os grandes complicadores de um serviço eficiente.

Entretanto, problemas básicos como divergências entre produção e atendimento, pedidos com entregas duplicadas, atendimentos fora do prazo e alto custo dos fretes, por exemplo, resultam em clientes incomodados com o trato recebido. Veja, então, algumas falhas constantes que não deveriam ocorrer.

Gestão da demanda

A gestão da demanda não recebe a atenção merecida por não apresentar ganhos de curto prazo ou resultados concretos. Essa negligência impacta diretamente nos custos, envolvendo falta de transporte, horas extras e outros problemas oriundos do contexto.

Cadastro de pedidos

O cadastro de pedidos é primordial na área comercial. Otimizar datas de entrega, adequando volumes, itens e prazos solicitados às capacidades produtivas e de recebimento do cliente para garantir o atendimento sem qualquer interferência, consiste em necessidade muito importante.

Processo ágil de liberação dos pedidos

Trata-se, aqui, de algo imprescindível para não impactar no lead time de atendimento. Devemos tomar o cuidado, também, de não provocar atrasos na entrega combinada, pois isso cria um clima de desconfiança.

Alocação de pedidos às ordens de venda

Uma alocação desestruturada prejudica não só as entregas como também o giro das mercadorias nos pontos de venda. Em períodos de escassez, a alocação de pedidos vira peça-chave para priorizar o atendimento dos clientes que geram mais valor para a organização.

Gestão de estoques

Muitas empresas não atendem corretamente seus clientes pelo fato de não contarem com uma política de estoques alinhada à demanda, mesmo quando desenvolvem corretamente a gestão de pedidos.

Faz-se necessário, portanto, implantar serviços mais direcionados e organizados diante da concorrência.

Gestão de transportes

Seja próprio ou terceirizado, o transporte precisa garantir o cumprimento da promessa com o cliente. A empresa deve gerenciar o cumprimento das atividades por meio de indicadores alinhados e específicos. É necessário investimentos modernos, visto que a tecnologia disponibiliza inúmeras possibilidades.

Sistemas robustos

A falta destes sistemas em uma empresa inviabiliza a agilidade do serviço. Sendo assim, é fundamental que o fluxo de atividades suporte os processos e a gestão do pedido desde a entrada até a chegada ao destinatário.

Atualmente, o mundo mercadológico exige cada vez mais das companhias para que possam se estabelecer e evoluir. Por isso, erros como os citados acima precisam ser evitados, qualificando todos os serviços.

Qual é a importância da automação para a gestão de pedidos?

São inúmeras vantagens. Além da fase complexa que a economia enfrenta, os clientes estão cada vez mais exigentes, uma vez que a variedade de produtos e serviços disponíveis é grande. Em consequência, o apego e a fidelidade às empresas deixam de existir.

Diante dessa nova realidade, o investimento em novas tecnologias e o aumento do nível de qualidade dos serviços pode ser o diferencial para atrair clientes e assegurar a solidez da empresa.

Nesse sentido, a gestão de pedidos é um dos setores vitais para tornar o atendimento mais eficaz, garantir a satisfação do público, elevar a competitividade no mercado e melhorar os lucros.

Para tanto, o processo precisa ser automatizado com um sistema de gestão. Se implementado de maneira adequada, o gerenciamento de pedidos otimizado faz crescer a satisfação do cliente, além de reduzir os gastos corporativos. Algumas das principais vantagens são:

  • maior agilidade no gerenciamento de pedidos;
  • facilitação da comunicação interna;
  • auxílio ao gerenciamento de inventário;
  • compactação do banco de dados;
  • automatização dos processos.

A tecnologia é a grande aliada para melhorar a logística do seu negócio. O gerenciamento de pedidos figura como boa opção para otimizar a cadeia produtiva da empresa e facilitar o atendimento ao cliente. Assim, você tem mais tempo livre para, por exemplo, buscar novos investimentos.

Garantir uma gestão de pedidos eficiente, usufruindo de todas as possibilidades tecnológicas disponíveis, consiste em prática muito relevante no sentido de qualificar a prestação de serviços da empresa. Tudo isso tende a ocasionar o crescimento no mercado diante da concorrência.

Gostou do post? Se quer receber novas atualizações diretamente na caixa de e-mails, assine nossa newsletter!