fbpx
Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest

Fluid Edge Themes

Blog

Home  /  Vendas   /  Perspectivas para o mercado de atacado em tempos de crise!
coronavírus e mercado de atacado

Perspectivas para o mercado de atacado em tempos de crise!

Estamos em um novo contexto, no qual é necessário que os gestores estejam preparados para minimizar erros e problemas que possam gerar prejuízos severos, a ponto de comprometer o funcionamento do seu negócio. Entender a relação entre coronavírus e o mercado de atacado, assim, é fundamental para encontrar tendências que perdurarão.

Essa análise também ajuda a aplicar medidas que serão úteis para a vitalidade da sua loja em tempos de crise. Vamos mostrar quais são as principais perspectivas do mercado nesse contexto.

Continue lendo, veja o que poderá auxiliar você nesse momento e tire suas dúvidas. Boa leitura!

Migração para o online

Se há uma lição que a pandemia da Covid-19 deixou para os negócios, em todas as áreas, é a importância de não ignorar mais a importância da migração para o online. Essa era uma tendência que já vinha se tornando cada vez mais forte nos últimos 15 anos, e que foi alavancada com o cenário gerado pela quarentena.

Diante disso, os negócios que, de alguma forma, não realizam suas atividades na internet poderão ter uma série de problemas. Não estamos falando apenas do atual cenário, ainda que o online, agora, seja o diferencial para a sobrevivência das organizações.

Com as pessoas se acostumando cada vez mais a realizar todas as suas transações no ambiente digital, mesmo após o fim do cenário da pandemia, essa tendência se manterá. Afinal, a tendência era que o e-commerce fosse movimentar R$106 bilhões em 2020, segundo estimativa realizada em momento anterior à quarentena.

Por isso, se o seu negócio ainda não fez essa mudança, cuidado: você pode estar correndo riscos sérios para a sobrevivência do seu projeto. Se estiver enfrentando resultados ruins no momento, é hora de pensar em como conseguir fazer a mudança gradualmente.

Mudanças nos mercados em alta e em baixa

Outro ponto importante a ser analisado e que está mudando diante desse cenário de pandemia (e que pode permanecer após o fim da crise) são as áreas que estão conseguindo crescer, mesmo com a quarentena, e aquelas que eram promissoras, mas estão enfrentando problemas no momento.

Por exemplo, mercados ligados à área de saúde estão conseguindo lidar de uma melhor forma nesse momento. Isso ocorre, principalmente, devido ao aumento de demanda pelos seus insumos e serviços.

Em contrapartida, outras áreas mais sólidas e que vinham crescendo nos últimos anos estão enfrentando dificuldades para conseguir manter os resultados. É o caso, por exemplo, dos setores de cosméticos, vestuário, food service, entre outros que não trabalham com serviços e produtos essenciais.

Diante disso, essas áreas precisam se reinventar e descobrir o que tem chamado a atenção dos seus clientes para conseguir se manter. Também, devem atrelar essas novas estratégias à inserção no online.

Guia de Automação de vendas do Setor Atacadista DistribuidorPowered by Rock Convert

Novas formas de interagir com o público

No cenário de pandemia pelo coronavírus, as formas de interação mudam drasticamente. Afinal, não é possível mais pensar em ações presenciais ou que conduzam o seu cliente para a loja física. Alguns atacados sempre voltaram suas atenções para esse fim, o que pode ser um grande desafio nesse momento.

Além disso, a forma de consumo da população mudou: as pessoas estão dando preferência para itens que são mais focados em subsistência ou essenciais. Para isso, é importante que, em suas interações com o público, lembre-se de gerar essa percepção: de que os produtos comercializados em seu atacado são fundamentais para esse momento em suas vidas.

Outro ponto é observar como as ações de marketing estão sendo feitas durante a crise e como o seu negócio pode se inserir nesse contexto. Por exemplo, lojas têm feito participações em lives locais, chamando a atenção do público.

Além disso, a solidariedade em relação a pandemia gerada pelo coronavírus tem ocorrido cada vez mais. Posicionar-se e auxiliar aqueles que precisam é fundamental para atrair a atenção do seu público e se mostrar comprometido com causas sociais em um momento tão delicado.

Novas tecnologias cada vez mais inseridas nos negócios

Como falamos, o online tem se tornado cada vez mais essencial e essa tendência continuará ao longo do tempo. Mas isso não diz respeito apenas à forma como o seu atacado realiza as vendas — também se trata da gestão interna do seu negócio.

O uso de tecnologias de automação e armazenamento de dados em nuvem é cada vez mais requisitado, sendo fundamental no momento da pandemia. Com a necessidade de trabalho home office para proteger os colaboradores e a população em geral, ter essas ferramentas disponíveis permite o andamento dos negócios sem maiores problemas.

Ao utilizar soluções que rodam na nuvem, seus funcionários administrativos podem ter acesso ao sistema de forma facilitada, conseguindo executar suas atividades de forma não-presencial. Além disso, com a possibilidade de automação de tarefas, os custos por função também são diminuídos.

A mudança ajuda a garantir a produtividade, mesmo em períodos de crise, favorecendo, também, uma melhor gestão de tempo.

Isso é fundamental para permitir que o seu negócio continue operando com o máximo de eficiência e menores custos, com menos necessidade de retrabalho, e minimizando possíveis prejuízos que possam surgir nesse momento tão delicado. Isso também ajuda a aplicar a inteligência comercial em um momento vital para o seu negócio.

Necessidade de implementar mudanças para sobreviver

Além de tudo que falamos, há a necessidade de implementar mudanças para conseguir tornar seu negócio mais rentável em um momento de crise. Algumas medidas que podem ser adotadas são:

  • aderir a programas de incentivo para empresas, como o “Apoie um negócio local”, do grupo Globo;
  • realizar parcerias com empresas locais;
  • focar o relacionamento saudável com os clientes;
  • observar o novo eixo geopolítico que vai surgir após o fim da pandemia, já que alguns países poderão sair mais fortalecidos da crise e se tornar importantes parceiros para o seu atacado;
  • estabelecer-se como fornecedor em áreas de serviços que, em médio e longo prazo terão um aumento de demanda;
  • repensar suas estratégias de atendimento ao consumidor no omnichannel;
  • reconquistar os consumidores após o fim da pandemia, já que há uma tendência de perda da fidelização do cliente nesse momento, entre outros.

Observar a relação entre o coronavírus e o mercado de atacado e como as mudanças ocorrerão nos próximos meses é fundamental, pois muitas das questões levantadas neste artigo poderão se tornar permanentes ao longo do tempo. Por isso, não deixe de observar cada uma delas e implementá-las em seu varejo.

Gostou deste conteúdo? Então, assine nossa newsletter e confira outras dicas imperdíveis em seu e-mail!

Melhor força de vendas.Powered by Rock Convert
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!