O papel do supervisor de força de vendas: dicas para uma gestão eficiente

Por trás de toda boa equipe comercial existem profissionais competentes, preparados, dispostos e, claro, um bom supervisor de força de vendas. O supervisor tem papel fundamental no sucesso do seu time.

Neste texto, vamos apontar as principais características de um líder nato e mostrar como a supervisão qualificada interfere diretamente nos resultados de venda dos atacadistas e distribuidores. Confira!

Contratação de vendedores

Um líder precisa conhecer bem os seus liderados e no caso da supervisão de vendas é ideal que esse conhecimento seja iniciado logo no recrutamento. Por mais que os processos de contratação de funcionários seja responsabilidade de outros setores (como o recursos Humanos ou até mesmo a diretoria), quando a equipe está destinada ao setor de vendas é essencial que os candidatos passem pelo clive da supervisão da área.

Afinal, o supervisor conhece bem o seu setor, compreende os processos e as necessidades diárias. Sua análise e contribuição para decidir sobre a contratação ou não contratação de um candidato à vaga interferirão diretamente nos resultados da equipe.

Apresentação e integração

É imprescindível que o supervisor tenha em mente a importância da apresentação e integração dos novos membros à equipe. Mais que apresentar a si próprio, um bom líder cria métodos e processos capazes de inserir os novos integrantes ao ritmo da força de vendas, sem maiores complicações.

Se você supervisiona uma equipe de vendas, crie o hábito de introduzir seus liderados ao processo existente. Apresente-se, apresente sua equipe, dê espaço para que o novo integrante também faça suas apresentações.

Em seguida, insira-o nas rotinas da força de vendas, conceda-lhe a oportunidade de já começar contribuindo para o desenvolvimento da equipe, destinando-lhes tarefas possíveis de serem executadas, dado a sua inexperiência na empresa. Vá aumentando o grau de dificuldade e responsabilidade aos poucos, até que ele já esteja familiarizado.

Planejamento estratégico

Para orientar sua equipe é preciso, antes de qualquer coisa, ter sua própria orientação. É aqui que entra o planejamento estratégico, essencial não só para definir as metas e objetivos, mas também estabelecer as tarefas de cada integrante, cada setor bem como os prazos para execução das mesmas.

Crie um planejamento estratégico ambicioso, mas coerente. Seja realista com a complexidade das ações e, principalmente, com os prazos para execução de cada tarefa.

Lembre-se que o planejamento não é engessado, ou seja, por mais que as metas sejam imutáveis, os processos para chegar até ela não devem ser. Faça ajustes sempre que necessário e informe sempre sua equipe sobre as mudanças.

Envolver seus colaboradores nesse processo deixando-os cientes de cada etapa faz com que eles enxerguem a essencialidade do trabalho que executam. Essa integração ajuda a aumentar a sensação de pertencimento e, consequentemente, aumenta o engajamento e a produtividade da equipe.

Treinamento e infraestrutura

Outra atribuição necessária e importante para o supervisor da força de vendas é a realização de treinamentos, atualizações e, claro, a busca por uma estrutura adequada de trabalho para a equipe.

Além dos treinamentos introdutórios, é essencial que o supervisor crie uma rotina de atualização para que sua equipe esteja sempre em sintonia, ciente e toda e qualquer alteração nos processos e/ou ferramentas utilizadas.

Também é importante compreender os detalhes do trabalho executado pelos vendedores, para encontrar as melhores ferramentas e estrutura para sua execução. Quando o ambiente é propicio para o trabalho e quando a infraestrutura contribui para a produtividade — ao invés de se tornar mais um problema a ser resolvido diariamente, como acontece em muitos casos — os resultados esperados só podem ser os melhores possíveis.

Capacidade de ouvir sugestões e críticas

Um bom líder é aquele que sabe delegar tarefas, enxergar possíveis gargalos e conflitos no processo, a fim de resolvê-los. É também aquele que escuta a equipe, as sugestões e contribuições que seus vendedores dão.

Afinal, quem está na linha de frente, lidando diretamente com os clientes e fornecedores, pode falar com propriedade sobre os pontos positivos e negativos, que precisam de ajustes e melhorias.

Esperamos que esse texto tenha cumprido seu proposito de contribuir com informações valiosas para ajudar você, supervisor de força de vendas, no gerenciamento de sua equipe. Se quiser começar, desde agora, a exercer uma supervisão de sucesso, conheça os nossos produtos: ION Vendas, ION Rotas e ION Supervisor. Entre em contato com um de nossos consultores e saiba mais sobre nossos produtos.